PUBLICIDADE TOP

“Vontade de transformação”: o segredo que levou a Maple Bear a ser a campeã GPTW de Alagoas em 2020

 

Conquistar o primeiro lugar do selo Great Place To Work Alagoas (GPTW) é resultado de muito mais do que políticas de recursos humanos. O caminho para o reconhecimento dos próprios funcionários passa pela essência da empresa, criada desde a sua concepção, a partir da vontade de transformar.

Assim definem Alessandro Queiroz e Téo Vilela, diretores da Maple Bear, ao falarem sobre qual o diferencial dessa escola escolhida como a Melhor Empresa Para Trabalhar no estado no ano de 2020.

A Maple Bear figura desde 2018 entre as finalistas do ranking GPTW, o que faz a indicação ser esperada, mas o primeiro lugar surpreendeu os diretores, para quem não se pode cantar vitória, mas sim manter a consistência do trabalho e a filosofia da gestão.
“Quando o foco são as pessoas, tudo é muito mais subjetivo e desafiador. Esse não é um trabalho apenas de RH, e sim uma essência da empresa. O diferencial que acreditamos ter feito [a empresa] emplacar nesse ano é uma maior cooperação entre os colaboradores e as áreas, distribuição de poder e diversidade de pessoas e opiniões. Sempre foi um sonho nosso ter uma empresa horizontal e parece que estamos conseguindo, mas ainda há muito a evoluir”, avaliam.

A valorização do colaborador também pode ser vista nos números. Criada em 2014 em Maceió com 18 funcionários diretos e 6 indiretos, a Maple Bear cresceu e alcança hoje mais de 100 colaboradores. Para o ano que vem, o objetivo é ter 120 diretos e 16 indiretos e, a longo prazo, chegar a 300 pessoas, com a ampliação do projeto de educação infantil até ensino médio.

 

Entre as políticas de valorização que merecem destaque na empresa estão o plano de carreira, promoção de treinamentos contínuos, encontros entre funcionários e direção, avaliação dos líderes, almoço saudável e celebrações em datas especiais.

Na pandemia, as medidas ganharam reforço, com as capacitações para novas habilidades necessárias no isolamento, suporte emocional e psicológico, aumento da delegação de poderes, além da manutenção de 100% dos empregos e recomposição dos salários para os colaboradores que estavam inseridos na MP 936.

Para os diretores da Maple Bear, o selo GPTW pode incentivar muitas outras empresas a adotarem práticas de relações humanas e, com isso, conquistar resultados melhores internamente e também para o meio onde estão atuando.

“Precisamos nos conectar melhor com as pessoas e seus propósitos de vida. Achamos que as empresas precisam ter vontade verdadeira de transformação. Transformar o ambiente de trabalho, transformar a vida das pessoas e transformar a sociedade. Tem uma frase da Clarice Linspector que diz: “Aquilo que não sei é a minha melhor parte”. É grandiosa essa afirmação! Ela mostra que a verdadeira beleza da vida está em aprender. Temos de estar muito atentos a isso. Se nos conectarmos com as pessoas verdadeiramente, com propósito, incentivando a curiosidade e autonomia, e respeitando sua curva de aprendizado, acreditamos muito que o sucesso vem de forma exponencial”, defendem Alessandro e Téo.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *